BINGO IMPERATRIZ 23



SÃO PAULO – 2004

imprensa

O Bingo Imperatriz 23 marcou uma época no desenvolvimento do jogo no Brasil. Foi fechado em 2007 devido a mudança da lei e a proibição do bingo no país. O tema África foi escolhido pelos proprietários, que queriam homenagear o Continente Mãe. Resultado de um concurso privado de arquitetura promovido pelos proprietários, o projeto consiste de uma reforma e ampliação de um antigo espaço. Foi considerado no ano de sua abertura o maior bingo do mundo, e atraiu um grande número de turistas internacionais e visitantes de todos os estados brasileiros, além de 40 embaixadores africanos na data de sua abertura.

4.657 m2

Fase: obra concluída.

Autores:

Arq. Elói Fávaro

Arq. Carlos Fávaro Neto

Arq. Isabelle Agner Brito

paisagismo: Jorge Peixoto

fotos: Zig Koch

pesquisa: Fávaro Arquitetos

artistas responsáveis: João Moro e Luciano Corbellini – mais de 70 artistas estiveram envolvidos em mais de 300 obras de arte feitas para o bingo. Entre centenas de réplicas ampliadas de objetos das principais tribos africanas, uma estátua de 25 metros representando todas as tribos foi erguida na frente da obra, e se tornou a maior estátua de figura humana na cidade de São Paulo.

consultoria de bingo: Fávaro Arquitetos – planejamento/tecnologia gaming/áreas técnicas/gastronomia.